Permanecer Igreja

“Não fostes vós que me escolhestes Amim; pelo contrario, eu vos escolhi a vós outros, e vos designei para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda”. João 15.16



Nos versículos iniciais deste capítulo, Jesus deixa bem claro a condição para o crescimento e a geração de frutos: “... estar nele...” De outra forma, a conseqüência será: ser “cortado e lançado fora”. Uma introdução bem dura para quem desejava falar da importância do amor e do cuidado um pelo outro. Mas era necessária tal palavra, afinal Ele estava preparando os seus seguidores para uma caminhada desafiadora e que precisariam “andar com suas próprias pernas”. O “Ide” de Jesus continua soando em nossos ouvidos e junto ao “ide” o plantar e o cuidar. Veremos estes três pilares e com eles trabalharemos com o propósito de fazer com que os frutos alcançados até aqui, permaneçam!

O Ir, o Plantar e o Cuidar.
O Ir No capítulo 4. 34-38 João relata uma pala…

Anúncio

Tempestades não duram Para Sempre

"Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos." Jó 14:7



Podemos passar um bom tempo observando um temporal. A chuva descer com intensidade das escuras nuvens, o vento balançar todas as árvores, ver o cair das folhas e, algumas vezes, o cair dos galhos. Muitas vezes esses fenômenos nos trazem coisas trágicas, mas também trazem momentos reflexivos para os bons observadores.

Em alguns momentos da nossa vida passamos por situações semelhantes a essas – mágoas, brigas, tristeza - e esquecemos que, assim como a tempestade, tudo isso vai passar. Esquecemos que temos um Deus que tudo suporta, tudo pode e tudo vê. Ele cuida de mim. Ele cuida de você. Ele cuida de nós. Ele nos permite passar por algumas situações para que, assim como Jó, possamos confiar mais e continuar acreditando que ele vive, reina e tudo governa.

É na tempestade que provamos a nossa fé. É na tempestade que devemos amar mais a Deus. É na tempestade que podemos tirar boas lições. E é no fim da tempestade que podemos ver que valeu a pena, porque ela não traz somente coisas ruins - que podem não ser tão ruins assim como pensamos -, mas também acaba com a seca – a parte boa que não costumamos observar. A tempestade rega os galhos secos, que se tornam lindas árvores e no final dão bons frutos.

Tempestades não duram para sempre, por isso cada etapa dela deve ser vivida com a maior atenção e fé, para que, no fim, possamos ser galhos secos regados, que se tornarão lindas árvores com ótimos frutos.

Giovane Amaro.

Instagram: giovane.amaro

Esse é o primeiro texto em parceria, iniciando com Giovane Amaro meu amigo de longas datas e um grande exemplo para muitos jovens. Agradeço muito Deus por sua vida!

Acompanhem as próximas parceirias  que virão!

Graça e paz em Cristo Jesus!
Mario Henriques.

Contato: mariodalelena@gmail.com
Canal no YouTube: https://youtu.be/1lIQQFU-7ko
Twitter: @mariodalelena
Instagram: mariodalelena

Comentários