As Sandálias do Evangelho

Tira as sandálias! Calça as sandálias!
Santidade e guerra: Quando ambas caminham para um propósito.


"Prosseguiu Deus: Não te chegues para cá; tira as sandálias dos pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa." Êxodo 3: 5.

Esta palavra de ordem dada por Deus à Moisés teve um impacto em sua vida que o tornou mais capaz para enfrentar as batalhas que ainda viriam.
Ali foi o preparo, a busca da Santificação para que sua vida tivesse um real significado!
A poeira do pecado daquela nação não podereia contaminar o Sagrado!
Foi a luta contra a carne e a busca pela santidade!

"E calçando os pés com a preparação do evangelho da paz..." Efésios 6: 15. 

Eis aí o objetivo da Santidade: o preparo para a guerra!
Os pés, nossa base, precisam estar firmados e fundamentados em um evangelho genuíno, puro (sem poeiras) para que o seu propósito se conclua.
Quando vamos para a guerra, a fundamentação é de extrema importância!
Não podemos vagar em pensamentos ou ideais que fujam da Verdade di…

Anúncio

Quero chorar!!

"Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados." Mateus: 5. 4.




Não é nada difícil encontrar hoje com pessoas que estão passando por problemas, e o único desejo que elas tem é desabar no choro. O pranto, embora não pareça tanto, é algo que pode ser muito bom, pois é uma defesa do nosso organismo, uma "válvula de escape" que nos ajuda não apenas a expressar o que sentimos, mas também a aliviar as angustias da alma.

Entre as "bem-aventuranças", aqueles que choram não são esquecidos, mostrando que o consolo de Deus estará sempre presente na sua vida, principalmente daqueles que estão na presença dele.

Ana teve resposta ao seu clamor depois de chorar muito (1 Samuel 1.17).
Até Jesus chorou quando soube que seu amigo Lázaro estava morto, no momento seguinte encontrou forças para, com autoridade, traze-lo de volta a vida.
Jeremias ficou conhecido como o "profeta chorão" por suas lamentações ao ver a destruição de Jerusalém.

Chorar não é um sinal de fraqueza, mas de que temos emoções e nos faz perceber nossa humanidade e o quanto podemos ser fortes com nosso aprendizado em momentos de tristeza.

Assim como sorrir não significa que você é feliz, chorar não significa que seja triste. Chore sempre que precisar, mas faça isso na presença de Deus pois certamente receberá não apenas seu consolo, mas também sua direção.

Graça e paz! Você é bem aventurado (a)!

Mario Henriques.

Contato: mariodalelena@gmail.com
Canal no You Tube: https://youtu.be/1IIQQFU-ko
Twitter: @mariodalelena
Instagram: @mariodalelena

Comentários