Oração e Súplica

"Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos". Efésios 6:18.


A oração é uma arma extremamente poderosa se for bem usada, especialmente quando acompanhada de súplica. Quando eu era criança gostava de games de corrida, mas especialmente aqueles onde os carros podiam acrescentar acessórios a medida que conquistava pontos, um desses acessórios era o "Turbo" que quando acionado fazia com que aumentasse exponencialmente sua velocidade, assim as chances de vencer a corrida eram maiores, mas tínhamos que saber usar senão o carro seguiria desgovernado e de nada adiantaria o "Turbo".

Quando o apóstolo Paulo escreve aos Efésios sobre a "armadura de Deus", orienta a orar com súplicas, isso significa dizer para usar o "Turbo". A súplica é o mesmo que clamar, ou seja, orar com fervor e muita intensidade colocando o coração diante do Senhor bem mais que as palavr…

Bem menos!

"É necessário que ele cresça e que eu diminua." João 3.30

Visão 1
- Caramba! Você toca muito hein??
- Claro! Estudei para isso!
Visão 2
- Com a palavra agora o apóstolo, bispo, reverendo, doutor, geólogo, paleontólogo, oceanógrafo e cientista "Narciso soberbo"!
Visão 3
- Você é muito usado por Deus em tudo o que faz! Glória a Deus por sua vida!

É muito fácil dar glória a Deus né?! Só que não!
Menos! Bem menos! Já dizia em Provérbios 16.18 que "A soberba precede a destruição, e a altivez do espírito precede a queda."
João 3.30 nos dá a "receita" para não perdermos o rumo na divulgação do Reino de Deus, apesar de seus discípulos estarem muito preocupados com outras pessoas que estavam também batizando (no caso Jesus e seus discípulos), João simplesmente se coloca na posição de servo, quando poderia dizer: "Eu batizei Jesus!" Ao invés disso mostra ao seus discípulos de quem é a glória e quem deve ser adorado.

As vezes é bem melhor uma dura crítica que um elogio, pois embora sejam bem vindos, os elogios podem nos levar a ocupar um lugar que não é nosso por direito.
Não vamos confundir humildade com baixa auto-estima e nem o reconhecimento de um trabalho bem feito com soberba. O equilíbrio está na simplicidade e no entendimento de que somos complementos uns dos outros e não acima e nem abaixo de ninguém, sendo Deus quem cuida de todos e a Ele deve ser dada toda a glória e honra.

"Porque dele, e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém." Romanos 11.36

Não permita que a vaidade te tire do foco, e se alguma pessoa que você conhece perdeu o rumo, ore por ela, pois apenas criticá-lá não ajudar muito.

Graça e paz! Deus te abençoe!

Mario Henriques

Contato: mariodalelena@gmail.com
Canal no YouTube: https://youtu.be/1lIQQFU-7ko
Twitter: @mariodalelena
Instagran: @mariodalelena

Comentários