As Sandálias do Evangelho

Tira as sandálias! Calça as sandálias!
Santidade e guerra: Quando ambas caminham para um propósito.


"Prosseguiu Deus: Não te chegues para cá; tira as sandálias dos pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa." Êxodo 3: 5.

Esta palavra de ordem dada por Deus à Moisés teve um impacto em sua vida que o tornou mais capaz para enfrentar as batalhas que ainda viriam.
Ali foi o preparo, a busca da Santificação para que sua vida tivesse um real significado!
A poeira do pecado daquela nação não podereia contaminar o Sagrado!
Foi a luta contra a carne e a busca pela santidade!

"E calçando os pés com a preparação do evangelho da paz..." Efésios 6: 15. 

Eis aí o objetivo da Santidade: o preparo para a guerra!
Os pés, nossa base, precisam estar firmados e fundamentados em um evangelho genuíno, puro (sem poeiras) para que o seu propósito se conclua.
Quando vamos para a guerra, a fundamentação é de extrema importância!
Não podemos vagar em pensamentos ou ideais que fujam da Verdade di…

Anúncio

Amor é um sentimento ou uma atitude?

O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei. João 15:12

Amor é um assunto que se discute a muito tempo gerando uma serie de informações dos mais variados tipos, muitas vezes associada ao sentimento especial que se sente por alguém que admiramos ou temos em alta estima, como um familiar, um amigo ou alguém que nos apaixonamos.

Eu e minha esposa aprendemos no curso "Casados para sempre" (2 = 1) que de acordo com a Bíblia o amor é uma atitude e não um sentimento, Jesus nos dá uma ordem em João 15:12 para amarmos da mesma maneira que Ele nos amou, ou seja, sem restrições, mas é claro que isso não significa que não possamos nos apaixonar por alguém e ter um grande amor por essa pessoa, mesmo assim só será amor quando as coisas não derem certo e mesmo assim continuarmos cuidando dessa pessoa de forma especial.

"Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta." 1 Coríntios 13:7

Em 1Coríntios 13, temos um resumo do que seria amor verdadeiro na visão de Deus, pois quando sofremos, cremos e suportamos alguma situação em favor de outro, desenvolvemos a compaixão o perdão e a fé, passamos então a perceber que todas as picuinhas são iguais a nada perto do grande amor que nos envolve.

O amor é algo que se aprende e não algo que se espera, assim como o perdão: "perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;" Mateus 6:12. Recebemos perdão com a mesma medida em que perdoamos, não temos que "sentir" quando devemos perdoar, temos que "decidir." Não temos que "sentir" que devemos amar, temos que "decidir."

Sabe por que Deus nos ama?! Porque Ele decidiu isso!! Não merecemos coisa alguma, somos infiéis enquanto Ele sempre é fiel! Seu amor é incondicional por nós, apesar de decepciona-lo constantemente.

Olhe pra você agora!! O que falta pra deixar esse amor invadir seu coração e dirigir sua vida completamente?

Fale do amor de Deus, pratique e distribua entre todos esse amor, não espere "sentir" mas tome uma DECISÃO!

Que a paz e o amor de Cristo Jesus seja contigo.

Mario Henriques


Contato: mariodalelena@gmail.com
Canal no YouTube: https://youtu.be/1lIQQFU-7ko
Twitter: @mariodalelena



Comentários