As Sandálias do Evangelho

Tira as sandálias! Calça as sandálias!
Santidade e guerra: Quando ambas caminham para um propósito.


"Prosseguiu Deus: Não te chegues para cá; tira as sandálias dos pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa." Êxodo 3: 5.

Esta palavra de ordem dada por Deus à Moisés teve um impacto em sua vida que o tornou mais capaz para enfrentar as batalhas que ainda viriam.
Ali foi o preparo, a busca da Santificação para que sua vida tivesse um real significado!
A poeira do pecado daquela nação não podereia contaminar o Sagrado!
Foi a luta contra a carne e a busca pela santidade!

"E calçando os pés com a preparação do evangelho da paz..." Efésios 6: 15. 

Eis aí o objetivo da Santidade: o preparo para a guerra!
Os pés, nossa base, precisam estar firmados e fundamentados em um evangelho genuíno, puro (sem poeiras) para que o seu propósito se conclua.
Quando vamos para a guerra, a fundamentação é de extrema importância!
Não podemos vagar em pensamentos ou ideais que fujam da Verdade di…

Anúncio

Alguém pode me ouvir?!

"Os olhos do SENHOR estão sobre os justos, e os seus ouvidos atentos ao seu clamor." Salmos 34:15

Já ouviu alguma dessas frases?
-"Eu não sei mais o que fazer, meus pais estão sempre brigando e as vezes até se agridem fisicamente!"
-"Eu me sinto muito feliz quando estou na igreja, porque meus pais parecem ser bons quando estão lá, mas em casa são bem diferentes, até palavrão eles falam."
-"Eu só gostaria de pelo menos uma vez sentir que meus pais me amam, nunca ouvi uma palavra de apoio. Um pouco de carinho mudaria tudo."
-"Não aguento mais! Quero morrer! Eu odeio meus pais!

Que tipo de pai temos sido para nossos filhos? Já se fez essa pergunta? Se não fez, pergunte para três pessoas: Para Deus, para o seu filho e para você mesmo. Não é raro os pais falarem que sabem o que é melhor para o seus filhos, quando na verdade não sabem muitas vezes nem o que é melhor para si mesmos, tiveram uma educação errada e conseguem repetir o mesmo erro com seus filhos, se eram espancados querem espancar, se eram desprezados querem desprezar, se nunca receberam um abraço não querem abraçar, e dão aquela velha desculpa "eu nunca tive isso" ou "minha educação foi assim e não morri por causa disso!" Esse é um equívoco lamentável de muitos pais que não tem a humildade de reconhecer que erram e que devem estar sempre dispostos a aprender, e que a palavra perdão também deve fazer parte de seu vocabulário.

Não sou psicólogo mas aceito com humildade a opinião daqueles que são, porém sou apenas um conselheiro de juvenis a três anos com minha esposa, trabalhamos também como líderes do "mmi" (Marriage Ministries International) que é um grupo internacional que ministra cursos para casais, noivos, pais, finanças e outros, e sabem o que isso faz de nós? Nada demais! Somos apenas aprendizes querendo melhorar com as ferramentas que o curso nos dá, totalmente baseado na palavra de Deus,  e que nos orienta a levar outros ao mesmo objetivo.
Quando nós começamos a entender os propósitos de Deus para a nossa família e utilizamos esses propósitos como ferramentas de transformação fora e também de dentro de nossas casas, experimentamos o melhor de Deus.

Filhos dentro de nossas igrejas estão querendo seguir exemplos de tudo o que é apresentado a eles todos os dias, menos o exemplo de seus pais, querem ser iguais a qualquer outra pessoa, menos iguais a seus pais. Por quê será? Creio que devemos rever nossos conceitos e nossas atitudes, observar se estamos apenas dizendo o que fazer, ou se servimos de exemplo para que eles façam o mesmo, não somos perfeitos apesar de querermos o melhor para os nossos filhos e ama-los profundamente, nós erramos tentando acertar, por isso precisamos sim pedir ajuda.

"Não vejo a hora de me tornar maior de idade pra sair de casa!"

Embora essa frase seja um desabafo de um adolescente com problemas em sua casa, não deve ser essa a atitude de alguém que entregou sua vida a Jesus, mesmo sendo só um adolescente, devemos agir  como os exemplos bíblicos que já conhecemos; José era um adolescente quando foi vendido por seus irmãos, Davi era muito jovem  quando teve que enfrentar um gigante, entre outros exemplos como também nos deixou o próprio Jesus que iniciou seu ministério ainda moço. O fato é que os problemas estão aí, em todas as idades, para os filhos ou para os pais e é sempre hora de começarmos de novo e fazermos a opção certa, mesmo que isso te faça sofrer no primeiro momento mas é certo que Deus estará com você, porque Ele só nos apoia as escolhas certas, porém nas escolhas erradas estaremos sozinhos...só até pedirmos ajuda, pode chorar, pode gritar e pode pedir, certamente que a ajuda chegará na hora necessária, basta de sofrer calado.

Minha oração é para que o Senhor  ajude aos pais e aos filhos que estão clamando por socorro.

"Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas que não sabes". Jeremias 33.3

Em Cristo.
Mario Henriques

Contato: mariodalelena@gmail.com
Canal no YouTube: https://youtu.be/1lIQQFU-7ko
Twitter: @mariodalelena

Comentários

  1. Paz do Senhor maravilhosa reflexão. Que o Senhor Jesus possa a cada dia mais lhe usar como instrumento de sua palavra aos que estão sedentos por ouvir essa mensagem. Como disse o apostolo dos gentios: Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes;
    E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são para aniquilar as que são; Para que nenhuma carne se glorie perante ele.
    1 Coríntios 1:27-29. Abraços e continue nesse propósito.
    Pr. Ivan.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

"Que sejam agradáveis as palavras da minha boca..." Sal.19.14